BOTECO DO PARDAL

Personagem da Semana



 
 

PERSONAGEM DA SEMANA - CAMILO PENSO

CAMILO MOISÉS PENSO

A história do judô em Santa Catarina surgiu em 1962. A partir de 1971, em Rio do Sul, a modalidade fez parte da programação dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC). Naquela edição Camilo Moisés Penso competiu e conquistou sua primeira medalha na principal competição poliesportiva do Estado. Não foi uma simples conquista, pois ele a garantiu com uma fratura no braço. Também faz parte do grupo que conquistou o primeiro troféu de campeão geral no naipe masculino. Foi presidente da Federação Catarinense de Judô entre 1978 e 1979, após a gestão de Mario Correa. Além de todas as suas conquistas individuais e em prol do judô videirense é pai do maior medalhista de Videira na história dos JASC, o também judoca Moisés Gonzaga Penso. Mora em Videira até hoje.



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 23h50 [] [envie esta mensagem] []






 
 

PERSONAGEM DA SEMANA - GENA

GENIR JOSÉ DOS SANTOS PEREIRA, O GENA

Genir José dos Santos Pereira, ou simplesmente Gena, passou boa parte da sua carreira esportiva colecionando títulos no esporte de Videira. Fez sucesso no futsal e no futebol de campo com a mesma intensidade. É provavelmente o maior campeão do esporte amador desta cidade, ultrapassando a marca de 100 conquistas. Mesmo que não tenha feito parte do período de ouro, atuou na equipe de futsal da Perdigão. Cansou de conquistar campeonatos municipais no futsal, principalmente com o Misto, mas o mais marcante foi com o Flamenguinho. No futebol de campo, colecionou troféus no Misto, Colorado e Floresta. Ainda foi o autor do primeiro gol do Ginásio Vermelhinho diante do Caça e Tiro de Lages. Gena parou de disputar competições, só por isso deixou de conquistar títulos.



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 22h18 [] [envie esta mensagem] []






 
 

PERSONAGEM DA SEMANA - CLÓVIS FAVA

CLÓVIS FAVA

O primeiro clube de Videira surgiu no início a década de 30, o Tabajara Futebol Clube. Naquela equipe surgiu o primeiro goleador de Videira e certamente seu nome figura entre os principais centroavantes de todos os tempos. Clóvis Fava começou com apenas 14 anos no Tabajara, mas logo ganhou destaque. Apesar de não ser alto para a posição, sua principal arma eram a impulsão e os gols de cabeça. Tornou-se o principal nome do ataque da equipe. Depois fez parte do vitorioso esquadrão do E.C. Municipal até mudar-se para Lages, onde foi tricampeão lageano com o Aliados. Anos mais tarde voltou para a região e fixou residência em Rio das Antas e atuou no Avaí local. Faleceu em 2010 na vizinha cidade.



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 12h40 [] [envie esta mensagem] []






 
 

PERSONAGEM DA SEMANA

ODENIR OSEAS SEEMANN, O ZANGÃO

Uma das máximas do futebol é que toda grande equipe começa por um grande goleiro. A SE Perdigão foi campeã estadual em 1966 e um dos principais trunfos da equipe era a qualidade de seu goleiro titular, Odenir Seemann, mas conhecido pelos boleiros como Zangão. Segundo relatos dos próprios jogadores e dos jornais da época Odenir transmitia segurança ao grupo e não precisava fazer defesas espalhafatosas, já que estava sempre muito bem colocado. Natural de Santo Amaro da Imperatriz teve uma bela passagem pelo Flamengo de Caçador e só depois chegou a Videira. No campeonato estadual de 1966 foi o goleiro menos vazado da competição. Deixou-nos há alguns anos, mas jamais será esquecido.



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 20h17 [] [envie esta mensagem] []






 
 

PERSONAGEM DA SEMANA - PELÉ

ANTONIO CARLOS, O PELÉ

Ele foi um dos muitos jogadores que a cidade de Getúlio Vargas/RS forneceu para a SE Perdigão. Antonio Carlos Gomes dos Santos, ou simplesmente Pelé, chegou como atacante, mas aos poucos foi sendo recuado até chegar a zaga central. Ali tomou conta da posição e aos 22 anos foi campeão catarinense com o alvirrubro videirense. Atuou ainda mais um tempo na defesa da Perdigão. Depois foi pretendido por Palmeiras e Vasco, mas fugiu dos dois clubes. Transferiu-se para a serra gaúcha e mandou na defesa do Caxias por muitos anos, deixando, inclusive, Luiz Felipe Scolari no banco. Tornou-se ídolo em Caxias do Sul. Voltou para cá, depois morou um tempo no Litoral, mas veio novamente para Videira e reside até hoje.



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 19h25 [] [envie esta mensagem] []






 
 

PERSONAGEM DA SEMANA - CONSTANTE ROGÉRIO RICHETTI

CONSTANTE ROGÉRIO RICHETTI

Em 1965 Constante Rogério Richetti veio a Fraiburgo visitar Serramalte, seu grande amigo de Getúlio Vargas. Serra estava jogando na Perdigão e indicou o amigo aos diretores para fazer um teste. Richetti jogou no campeonato municipal e agradou de cara. Foi contratado e se tornou o principal nome da boa campanha de 1965 e da conquista do título estadual no ano seguinte. Seu nome é sempre citado por todos os jogadores que fizeram parte do grupo, sinal de que ele foi fundamental. Richetti permaneceu na Perdigão até o final da equipe e só não se transferiu para um clube maior porque não quis, já que convites não lhe faltaram. Preferiu ficar por aqui, fincar raízes e ter uma vida mais tranqüila perto dos amigos e da família. Reside em Videira até hoje.



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 21h02 [] [envie esta mensagem] []






 
 

PERSONAGEM DA SEMANA - MARCIO BRANCHER

MARCIO ROBERTO BRANCHER

Videira conseguiu gravar seu nome na história do esporte nacional por conta do sucesso do futsal da Perdigão, que contratou os maiores jogadores do país para representar a sua equipe. Com a chegada dos craques os meninos da cidade tinham em quem se espelhar e foi dali que surgiu o maior atleta da história do esporte de Videira. Marcio Roberto Brancher iniciou sua trajetória de sucesso ainda garoto com a Perdigão nos títulos estaduais, nacionais e sulamericanos que a equipe conquistou. Após o fim do grupo seguiu com suas conquistas nos principais times do país. Chegou a seleção brasileira, foi capitão e campeão. Está há muitas temporadas na Itália e, é claro, levantando troféus. A aposentadoria parece que não chegará nunca para o eterno garoto.



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 12h37 [] [envie esta mensagem] []






 
 

PERSONAGEM DA SEMANA - JACKSON J. B. M. DOS SANTOS

JACKSON JOÃO BOSCO MOREIRA DOS SANTOS

 

Jackson João Bosco Moreira dos Santos já chegou a Videira em 1985 como o maior jogador de futebol de salão do país. Já era um craque consagrado nas quadras e havia sido o principal nome na conquista do último mundial com a seleção brasileira. Chegou para ser o principal nome que levaria a marca Perdigão para todos os cantos do país. Porém, desde o momento que chegou a esta terra jamais usou a prerrogativa de estrela e tratou a todos com uma simplicidade ímpar. Conquistou muitos títulos por aqui, mas mais que isto, conquistou uma legião de amigos e fãs. Mesmo depois que se aposentou das quadras continuou morando em Videira e só deixou a cidade em 1997. Atualmente reside em Belo Horizonte e se dedica a sua loja de esportes e ao tênis.



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 23h03 [] [envie esta mensagem] []






 
 

PERSONAGEM DA SEMANA - PEDRO CORREA COUTO

PEDRO CORREA COUTO, O TESOURINHA

Pedro Correa Couto foi um dos principais zagueiros dos anos 50 e 60 do futebol amador da região. Popularmente conhecido como “Tesourinha” ele fez fama no Juventus de Tangará, Esporte Clube Alvorada e Associação Atlética Videirense. Porém, foi nos dois primeiros que ele desfilou seu talento por mais tempo. Apesar da baixa estatura, Tesoura, não dava moleza aos atacantes e fez história como quarto-zagueiro do Clube Alvorada. Conseguiu transmitir aos filhos a paixão pelo esporte e influenciou diretamente seus meninos: Tala, Pedro, Cuco e Zebu. Tesourinha nos deixou há 34 anos em Tangará, mas seus feitos não se apagaram com o passar dos anos.



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 09h05 [] [envie esta mensagem] []






 
 

PERSONAGEM DA SEMANA - ARI XAVIER DE OLIVEIRA

ARI XAVIER DE OLIVEIRA, O ARI GATIADO

Popularmente conhecido como “Ari Gatiado”, irmão de Ezequiel, ele foi um dos principais goleiros da história esportiva do município. Fez história nas décadas de 50 e 60 defendendo o Grêmio Esportivo Floresta. Certa vez em um jogo equilibrado um defensor do Floresta cometeu pênalti, prontamente marcado pela arbitragem. Na cobrança Ari saltou como um gato e pegou a bola encaixada no peito. Com o impacto, seu boné voou para dentro do gol e ele, inocentemente, se levantou para buscá-lo com a bola nas mãos. Apenas ouviu o apito do árbitro validando o gol que ele acabara de marcar contra. Ari faleceu há poucos anos em Videira, mas seus feitos não morreram.



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 17h15 [] [envie esta mensagem] []






 
 

PERSONAGEM DA SEMANA - DILSON DOS SANTOS

DILSON DOS SANTOS, O DIRSO PIRATUBA

Provavelmente o mais folclórico dos personagens esportivos de Videira, mas certamente o mais querido entre todos. Dilson dos Santos, ou popularmente conhecido como Dirso Piratuba, foi um zagueiro de respeito no final dos anos 60 e início dos anos 70, mas ganhou notoriedade com seu clube, a Sociedade Esportiva Vitória, fundada em 1975 e que até hoje disputa o campeonato municipal de futebol. São dezenas de histórias que cercam o “Bruxo”, algumas verdadeiras e outras lendas, mas todas hilárias. Uma das principais virtudes de Dirso é que ele é um defensor do fair play e jamais permitiu que um atleta seu usasse da violência para garantir um resultado. Se bater, pode saber que vai pro banco.



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 11h42 [] [envie esta mensagem] []






 
 

PERSONAGEM DA SEMANA - MARCELO PAZZINI

MARCELO PAZZINI, O PANÇA

O seu nome pode mexer com a lembrança de poucos, mas quando se fala em PANÇA, os olhos dos videirenses brilham. Ele foi o principal goleiro na fase áurea do futsal da Perdigão e para alguns é o melhor de todos os tempos. Sua forma avantajada lhe rendeu o apelido, mas sua agilidade e reflexo eram um tormento para os adversários. Quando Saulzinho foi contratá-lo em São Paulo (ver nota do blog), Pança achou que iria pedir muito, justamente por não querer vir para cá. O dirigente da Perdigão sem saber quanto este iria pedir, ofereceu três vezes mais e não teve como o jovem goleiro da Gercan recusar. Veio e tornou-se ídolo. Atualmente mora em Blumenau.

 

NOTA DO BLOG: Este fato já foi contado em uma história da bola. Clique AQUI e procure no dia 10/07/2009



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 17h58 [] [envie esta mensagem] []






 
 

PERSONAGEM DA SEMANA - PLINIO VACCHI

PLINIO VACCHI


A Associação Atlética Videirense fez história no futebol amador de Videira por quase 20 anos. Dominou o futebol na região, tornando-se quase imbatível. Um dos principais destaques do esquadrão alvirrubro era Plinio Vacchi, atacante veloz e de chute potente. Assombrou as defesas adversárias e cansou de fazer gols, marcou história ao lado de Plauto Grazziotin e Picolé naquele ataque. Mesmo depois de deixar a Associação quando a equipe de desfez continuou desfilando seu talento em times de veteranos, inclusive no amistoso já na década de 90 contra a Seleção Paulista. Mais tarde mudou-se para Curitiba. Viveu por lá, mas sua história esportiva ficou aqui e jamais será esquecida. Plinio faleceu em 2011 na capital paranaense.



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 12h01 [] [envie esta mensagem] []






 
 

PERSONAGEM DA SEMANA - LAURO RIBEIRO

LAURO RIBEIRO, O CIGANO

Lauro Ribeiro ou simplesmente, Cigano, chegou a Videira no início dos anos 60, vindo do exército e como ele mesmo diz, estava voando. Seu irmão o indicou para o Grêmio Floresta, que resolveu contratá-lo para uns dois ou três amistosos, já que vinha sofrendo na mão dos adversários. No primeiro jogo contra a Hervalense acabou fazendo um golaço e os alemães viram que tinham encontrado o garoto. Dali para a Perdigão em 65 foi uma questão de tempo. Fez parte do time desde o princípio até a última temporada. Cigano era um volante de rara habilidade e segundo o professor Adelmo Albiero, jamais errava um passe. Foi muito importante na conquista do estadual de 66 e continuou brilhando nos gramados videirenses por muitos anos. Continua morando em Videira.



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 12h49 [] [envie esta mensagem] []






 
 

PERSONAGEM DA SEMANA

FABIO PEREIRA REIS, O FABINHO

A primeira apresentação de Fabio Pereira Reis, o Fabinho, na Perdigão não foi em Videira, mas em Joinville. O jovem craque carioca vindo do Bradesco onde havia sido campeão mundial de clubes desembarcou direto ma Manchester catarinense e lá participou de um amistoso contra a seleção brasileira de futsal. Segundo relatos ele chegou cansado, mas foi pra quadra e destruiu no jogo. Só depois que ele veio conhecer o Meio-Oeste catarinense. Chegou, assumiu a titularidade e braçadeira de capitão e foi assim por todo o período que defendeu as cores da Perdigão. Em 1988 foi considerado o melhor jogador de futsal do país e em 1991 foi mostrar seu talento na Espanha, onde atuou pelo El Pozo, de Murcia. Voltou para Videira em 2000 e não mais saiu daqui.



 Escrito por botecodopardal@hotmail.com às 13h30 [] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 


 
 


Todas as mensagens
Torcedor da semana
Memoria Esportiva
Separados no nascimento
Personagem da Semana




FARMÁCIA GEREMIAS
BOTECO DO PARDAL (antigo)
 
 

Dê uma nota para meu blog